Alexandre Gaudêncio vinca tendência crescente na adoção de animais abandonados

O presidente da Câmara da Ribeira Grande, Alexandre Gaudêncio, vincou a “tendência crescente na adoção de animais abandonados”, realçando que para o efeito “muito tem contribuído o trabalho que está a ser desenvolvido na Casa dos Animais da Ribeira Grande.”

O edil mostrou-se satisfeito por se “registar um aumento gradual de ano para ano no número de cães e gatos adotados ao longo dos últimos três anos”, aproveitando a visita à Casa dos Animais por ocasião da comemoração do Dia Internacional do Animal Abandonado para “apelar a uma maior consciencialização na adoção de animais que são retirados das ruas.”

Alexandre Gaudêncio destacou que “ao longo do primeiro semestre do corrente ano já foram adotados cerca de 370 animais, o que nos permite perceber que estamos a manter o ritmo de adoções verificadas nos anos anteriores, corolário de um trabalho intenso de toda uma equipa que coloca empenho máximo na defesa do bem-estar animal.”

“O trabalho implementado e desenvolvido pelos colaboradores da autarquia responsáveis pela Casa dos Animais, em parceria com o empenho e dedicação de vários voluntários, permitiu aumentar de forma considerável o número de adoções”, vincou o autarca.

Se em 2016 tinham sido adotados 701 animais, em 2017 foram 780, enquanto em 2018 foram 691, quantidade que atesta de forma inegável a qualidade do trabalho desenvolvido pela autarquia na promoção da defesa dos animais.

X
X