Biblioteca Municipal

A Biblioteca Municipal Daniel de Sá está situada no Largo das Freiras, freguesia da Matriz, ocupando um edifício do século XVIII de elevado valor histórico. Após uma cuidadosa reconstrução do edifício, a nova biblioteca municipal foi inaugurada a 27 dezembro de 2014, constituída pela junção dos fundos das antigas bibliotecas: infanto-juvenil, Gulbenkian, Popular e Municipal.

O espólio da Biblioteca Municipal da Ribeira Grande conta com mais de 40.000 títulos. Integram este espólio diversos fundos particulares, nomeadamente o fundo da Hemeroteca, o fundo do Dr. José Estrela Rego, Dra. Sacuntala de Miranda, Dr. Manuel Barbosa, Eng. Jaime Melo Cabido, Sr. Emanuel Couto e filhas, Padre Ferreira Moreno e Dr. Ricardo Silva e Família, entre muitos outros.

A 18 de maio de 2015, a agora denominada Biblioteca Municipal Daniel de Sá abre as suas portas ao público num espaço renovado e adaptado, permitindo uma maior acessibilidade a estudantes, pesquisadores e restante população. O renovado espaço é agora uma área dedicada ao estudo, à reflexão e à contemplação.

O nome do escritor Daniel de Sá foi atribuído a esta biblioteca como forma de homenagem e de perpetuação deste ilustre Ribeiragrandense. Nascido na freguesia da Maia a 2 de março de 1944, dedicou a sua vida ao ensino e à escrita de uma vasta obra (*ver no fim da página). Exerceu diversos cargos públicos: nomeadamente Secretário Regional da Comunicação Social e Desporto, na Junta Regional dos Açores, Deputado da Assembleia Regional, durante duas legislaturas, Vereador da Câmara Municipal da Ribeira Grande e membro da Assembleia Municipal da Ribeira Grande. Faleceu a 27 de maio de 2013, vitima de doença.

A BMDS funciona de segunda a sexta-feira e disponibiliza ao público um vasto conjunto de serviços:

Piso 1:

  • sala infantil – com capacidade para 35 elementos sentados. É também nesta zona que se desenvolvem as atividades do Serviço educativo;
  • zona multimédia para público infantil: 4 computadores;
  • sala juvenil: com capacidade para 8 elementos sentados;
  • auditório: com capacidade para 50 elementos e com possibilidade de abertura das portadas para eventos de maior dimensão. No auditório podem ocorrer todo um conjunto de eventos: apresentações, formações, concertos, etc.
  • zona de periódicos: com capacidade para 6 elementos sentados;

Piso 2:

  • sala leitura – com capacidade para 40 elementos sentados;
  • zona multimédia para público: 4 computadores;

Piso 3:

  • sala leitura – com capacidade para 20 elementos sentados.

Nota: devido à pandemia o número de lugares disponíveis encontram-se condicionados ao regulamentado pela Circular Informativa n.º DRS-CINF/2020/56, que limita a presença a 20 elementos em simultâneo.

Veja aqui o catálogo da BMDS.

X
X